PUBLICIDADE

PUBLICIDADE













Esporte / #mundialdeclubes

O Papa agradece

No aniversário do papa, San Lorenzo sofre, mas dá presente e vai à final

Publicado 17 de Dezembro de 2014 às 21:54 pelo colunista Adelmar Neto ( Geral ).

No dia em que completou 78 anos, o papa Francisco recebeu um presente especial: seu amado San Lorenzo sofreu, mas venceu o Auckland por 2 a 1, pela semifinal do Mundial de Clubes, e garantiu vaga na decisão do torneio, contra o Real Madrid. A classificação veio no sufoco: o gol do triunfo saiu somente na prorrogação, aos dois minutos do primeiro tempo, contra uma equipe semiprofissional que foi superior a maior parte do jogo. O atacante Matos foi o herói do Ciclón - antes, Barrientos, para os argentinos, e Berlanga, para os neozelandeses, haviam marcado.

A final do Mundial acontece no próximo sábado, no Grand Stade de Marrakesh, às 17h30 (de Brasília). O SporTV transmite o jogo ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real. Antes, no mesmo estádio, às 14h30, acontece a decisão do terceiro lugar, entre Auckland e Cruz Azul.

Auckland surpreende e controla o jogo


O técnico Ramon Tribulietx alertou nos dias antes do jogo para a diferença de qualidade entre Auckland e San Lorenzo. Mas, em campo, sua equipe pareceu não se importar com isso. Mais organizados e tranquilos, os neozelandeses botaram a bola no chão e trocaram passes, assumindo o controle do jogo contra um San Lorenzo raçudo, mas sem muita ideia do que fazer.

O melhor argentino em campo vestia branco. Tade, um estudante de Direito que migrou para a Nova Zelândia para aprender inglês, era o principal nome do Auckland, atormentando a defesa do San Lorenzo pelo lado esquerdo, levando vantagem sobre Buffarini e Kannemann com frequência. Faltava a ele, como a todo o seu time, maior poder de finalização.

E o San Lorenzo, por mais que não estivesse bem no jogo, tinha mais capacidade ofensiva. Tanto que, em sua primeira boa jogada construída na partida, o Ciclón abriu o placar: aos 47 minutos da etapa inicial, Más desceu livre pela esquerda e cruzou para Barrientos, livre na área, acertar belo chute de canhota.

Ortigoza e Takuya, San Lorenzo X Auckland (Foto: Agência AP )Ortigoza (à esq.) e Takuya disputam a bola no Marrocos: time da Oceania surpreendeu (Foto: Agência AP )

Fonte: GE

Editado 17 de Dezembro de 2014 às 21:54 por Adelmar Neto ( Geral ).

Conheça o autor deste artigos

Adelmar Neto ( Geral )

Informando com responsabilidade.


PUBLICIDADE











Notícias Relacionadas

Gabriel Jesus rejeita proposta de renovação

Brasil vence Colômbia e decide título com Chile

Dana:''....queda épica"